5 dicas para ajudar o seu filho com a lição de casa.

girl-kids-training-school-159782

Os desafios da maternidade são muitos, principalmente quando o assunto é educação. Com a volta às aulas, e se o seu filho já avançou algumas séries, as tarefas da escola começam a fazer parte do dia a dia dos pais. Por mais difícil que seja ter tempo para ajudar os filhos, é muito importante a presença dos pais nessa fase da criança.

A lição de casa tem o objetivo de incentivar a criação do hábito de estudar além do período escolar. Mas, o que os pais podem e devem fazer para ajudar? Confira 5 dicas que com certeza serão muito úteis:

1 – Estabeleça um local adequado.
É de extrema importância que a lição seja feita em um lugar confortável e favorável à concentração. Perto de TV ou brinquedos não são bons lugares.

2 – Determine um horário fixo.
A tarefa tem de ser feita sempre num mesmo horário, pois isso ajudará a criança a incorporar a lição de casa na rotina de maneira tranquila. Se o seu filho chega da escola muito cansado, é melhor deixar a lição para o dia seguinte. Mas siga sempre o mesmo ritual. Não deixe a criança livre para determinar quando irá fazer a lição.

3 – Ajude a criança a organizar o espaço.
A organização do espaço é fundamental para tornar o ambiente escolhido favorável à tarefa. Para isso, é preciso auxiliar as crianças a desenvolver tal habilidade. Incentive a pegar o material da lição e a guardá-lo no final.

4 – Confie na escola (e siga as orientações dela!).
A parceria pais e escola é essencial! As condutas devem estar alinhadas para que a criança consiga caminhar. Mantenha-se informada e participe das reuniões escolares para compreender a maneira que a escola conduz o processo de aprendizagem. Você com certeza se sentirá mais segura para auxiliar o seu filho, se estiver ciente dos objetivos que a escola pretende alcançar com os exercícios complementares enviados para casa.

5) Deixe a criança trabalhar sozinha.
Faça seu filho pensar, você pode ler a questão junto com ele, mas não dê as respostas prontas. Caso contrário, pode “atropelar” a construção do raciocínio do seu filho. Se interessar pela vida escolar do seu filho é fundamental, o que não significa fazer as coisas por ele. O seu papel é ser um agente facilitador nesse caso, mas não o autor da história dele. Permita que ele construa o próprio caminho de descobertas!

Fonte: Itmãe